outubro 02, 2011

PROFISSIONALMENTE PERDIDA E COLUNISTA SEMANAL

Na velha lenga-lenga sobre o que pretendo fazer da vida - além do trabalho nosso de cada dia, que serve para pagar as contas - uma amiga me deu um puxão de orelha: "se o que você gosta e quer fazer é escrever, pode começar a se comprometer com um assunto". E eu: "Mas eu gosto de escrever sobre várias coisas, relacionamentos, dia-a-dia, gastronomia, tipo uma coluna pessoal onde eu possa escrever o que quiser". E ela: "tá bom, mas o colunista tem que entregar um texto por semana. Então, aguardo suas colunas no meu e-mail toda sexta-feira, ok? Sem falta.".

Ok. Fui desafiada, vamos ver se eu dou conta!