setembro 15, 2005

HUM...MELHOR LER PARA SABER


HOJE EU VOU APELAR. NUNCA FIZ ALGO TÃO OUSADO. TAMPOUCO TÃO RIDÍCULO. MAS ME DEU VONTADE. ENTÃO, POR FAVOR, AGÜENTEM.
SÓ PARA ME JUSTIFICAR, EXPLICO QUE PAREI PARA PENSAR A RESPEITO DE MULHERES QUE ADMITEM ESTAR DESESPERADAS PARA ARRANJAR UM NAMORADO. AQUELA COISA BEM ESTILO SEX AND THE CITY MESMO.
APESAR DE NÃO TER TIDO TANTOS NAMORADOS NA VIDA, PERCEBI QUE CERTAS CARACTERÍSTICAS SEMPRE FACILITAM ESTE PROCESSO. CLARO QUE JÁ PASSEI POR FASES DE DESESPERO E, POR ISSO, AGORA, SÓ VOU FAZER UMA BRINCADEIRA E DAR 5 GRANDES DICAS PARA SE ARRUMAR UM NAMORADO. AMIGAS CASADAS, DESCULPEM-ME, MAS ESSA É PARA AS...

SOLTEIRAS E DESESPERADAS

Muitas mulheres acreditam que o fato de não conseguirem arrumar um namorado tem sua máxima culpa na celulite, na gordurinha, no cabelo crespo. Mentira. Já fui muito solitária sendo magra e bem mais paquerada sendo gordinha. O problema mesmo é falta de auto-estima, de auto-conhecimento, de equilíbrio emocional. Então, aqui vai a regra nº 01:

ESTEJA BEM. Essa foi a frase mais abrangente em que consegui pensar. De fácil, “estar bem” não tem nada. Afinal, não estou falando de estar magra, rica, de escova, só passeando. Todo mundo se sente bem estando com essa vida. Estou falando de um investimento pessoal e muito profundo. Ter uma auto-estima é o primeiríssimo passo para se encontrar um companheiro. A falta desta característica tão importante gera insegurança, que gera excesso de ciúmes, brigas inúteis, comportamento infantil e joguinhos de poder. Isso nunca agrada ninguém. Pelo menos, ninguém que eu considere válido para um namoro. Por isso, para se estar bem, deve-se gostar verdadeiramente de si mesma, ainda que pobre, gordinha, ainda que cometendo erros. Outro aspecto importantíssimo da auto-estima se refere aos erros. Quando as coisas dão errado, incluindo relacionamentos, pode apostar que a “culpa” é basicamente das más escolhas. Todo mundo toma uma decisão errada aqui e ali, mas quem não tem auto-estima, não confia nas próprias escolhas, aí abre mais margem para escolher errado, e, pior, acaba nunca assumindo a responsabilidade que deveria assumir quando as coisas dão errado. Ame-se e suas escolhas virão mais facilmente. Para isso, vale investir em terapia, auto-análise, momentos de isolamento e exercícios diários de amor por si mesma.

Todo mundo pode dizer “UFA!”! Mas relaxem. Essa é realmente a regra mais difícil e, com certeza, a mais demorada para se alcançar. Não precisa achar que só vai arranjar alguém depois de 6 anos de terapia, não. Só de se estar procurando um equilíbrio próprio, você já estará mais próxima de alguém. Só que esse alguém nem sempre é o alguém que nós achamos que deveria ser. Por isso, aí vai a regra nº 02:

ABRA OS OLHOS. Outra frase beeeem resumida para poder soar como dica de auto-ajuda, viu? Abrir os olhos significa esquecer o homem que existe na sua cabeça. Mate-o. Falando sério. Pare e olhe ao seu redor. Não seja preconceituosa. Gordinhos, nerds, tímidos, desastrados e quebrados também amam, também podem ser bons de cama, também podem te fazer muito, muito feliz. Não estou falando de abaixar os padrões e agarrar o primeiro baixinho, gordinho e careca que passar na frente. Eles também podem ser escrotos e péssimos namorados. O que estou dizendo é para você parar de PROCURAR UM HOMEM e começar a CONHECER PESSOAS. Sentar, conversar, ouvir sobre a vida do outro, tudo isso é muito válido. Se não terminar em namoro, pode muito bem terminar numa amizade, o que é maravilhoso. É dando essa chance àqueles que não cabem no seu padrão que você se surpreeende. O cara que não tem o mesmo estilo que você em aparência, pode ter intensas afinidades com você num nível emocional, espiritual ou sei lá. Então, aprenda: o homem dos seus sonhos não é necessariamente o homem da sua vida. E a vida é sempre mais interessante.

Essa regrinha nos faz pular para uma muito importante. A regra nº 03:

TENHA UMA VIDA SOCIAL. As exceções são muitas. Eu mesma conheci meu dito cujo bebendo cerveja às 3 da manhã numa padaria 24 horas. Conheço casais que se conheceram em boates ou bares. Mas, no geral, o namorado em potencial não é um estranho no boteco, mas o amigo, do amigo da sua amiga, que você conheceu na festa da prima do seu cunhado. Pode saber, existem festinhas íntimas que nem são tão loucas, nem constituem uma balada, mas é lá que pode estar aquela conversa que dura a noite toda. Mantenha-se em companhia de grupos diferentes. Aceite aquele convite meio educado demais para uma reuniãozinha de um quase estranho. Pode ser um pouco cara-de-pau. A gente vai te entender. Além disso, quando você investe numa vida social, você está investindo em novas amizades e em grandes distrações. E é impressionante o que pode acontecer quando você está curtindo sua vida distraidamente...

Vida social não enseja em abdicação da vida individual. É nela que se concentra a regra nº 04:

FAÇA O QUE TE FAZ FELIZ. Essa regra está em direta relação com a nº 01. É também um investimento pessoal e profundo. Eu sei que quase ninguém pode se dar ao luxo de trabalhar com aquilo que ama. Mas sempre procure fazer coisas que você realmente gosta. É naquele curso de poesia, na aula de pintura, no curso de francês, na escalada de fim de semana, que você vai encontrar alguém com, no mínimo, um ponto de afinidade com você. Quando você está fazendo o que gosta, você fica feliz, e quando você fica, você pára de procurar a felicidade em outra pessoa. E eu não preciso dizer que quando você finalmente sente que um bom relacionamento seria maravilhoso, mas não a salvação da sua vida, BUM!. Sempre pinta alguém. Porque ninguém quer um infeliz que já chega na rua com aquela cara de “salvem-me!”. É responsabilidade demais para alguém que nem te conheceu ainda, tentar te carregar para o mundo. É por isso que eu digo: Conquiste o seu mundo, da forma que for melhor para você. Depois disso, um amor se torna um bônus, um extra na sua vida maravilhosa e aí...é tudo de bom!!!

Tudo muito lindo, muito fofo. Mas nem tudo são flores. Tá pensando que a vida é bolinho?? Por isso a última regra é meio forte. Mas eu considero bem verdade. Regra nº 05:

CUIDADO COM O QUE VOCÊ DESEJA. Como todas essas regrinhas mostram, muitas vezes o que queremos não é um namorado, mas um pilar, uma segurança, um incentivo, um estímulo, um salvador. Quanto mais você investe em você, mais fácil fica de se escolher alguém. E isso é bem melhor do que ficar sempre esperando ser escolhida. Se pergunte se o que você quer é amar e se entregar para uma pessoa, ou se, na verdade, você tá meio afim de uma massagem no ego. Se você tiver certeza de que quer um amor, saiba que é fooooooooda!!!! Relacionamento sério não é para qualquer um, não. Envolve concessão, compromisso, lidar com surpresas e, principalmente, constante renovação. Arrumar um namorado é infinitamente mais fácil do que manter um. E não estou falando, é claro, de manter a qualquer custo. Hellooooo! Estou falando de manter-se feliz ao lado de alguém. Lutar pela sua individualidade ao mesmo tempo em que se quer estar junto. Parece complexo demais? Tô meio viajando, talvez. Mas pare e pense. Se chegar à conclusão de que realmente quer, amiga, boa sorte e vai com tudo!!!

4 comentários:

Natwho disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Lilika fala... disse...

oi amiga,
Concordo contigo em genero, numero e grau. E acrescento que o mais dificil, nao é, nem começar nem manter uma relaçao, é identificar o que ambos querem dessa relaçao. Ainda pior é quando vc deseja arduamente um tipo de relaçao que o seu parceiro nem sabe que existe.
Mas isso é um outro assunto...
Beijo pra ti. Lili

joão sem nome disse...

uma lágrima pelo seu texto.

Anônimo disse...

Amiiigaaa!
ADOREI!!
Beijo,
M. Pri